Psiconlinews
Shares

Como são as pessoas com Transtorno de Personalidade Narcisista?

O que é o narcisismo?

O Transtorno de Personalidade Narcisista é associado a personalidades famosas ou celebridades como artistas, atores, cantores, intelectuais… São aquelas pessoas que, como se diz coloquialmente, “a fama subiu à cabeça.”





O narcisismo não está diretamente ligado à posição sócio econômica de uma pessoa, mas sim com a auto-percepção dela (ou seja, o valor que dá a si mesmo, independe de sua posição social ou econômica).
A verdadeira essência do Transtorno da Personalidade Narcisista é esta: a pessoa narcisista está absolutamente convencida de que é superior às outras pessoas e se compara sistematicamente com todos ao seu redor pensando que ninguém está acima dela, pelo contrário, acha que muitos (ou até mesmo todos) estão abaixo.

Em termos mais técnicos, o narcisismo é caracterizado por um padrão geral de grandiosidade, falta de empatia nos seus relacionamentos pessoais e necessidade de admiração.

O que é um narcisista?





A pessoa que sofre de Transtorno de Personalidade Narcisista demonstra ter uma forte auto-estima. Não se torna uma pessoa melhor por ter esse nível de autoconfiança, porque é carente de sentimentos importantes nas suas relações pessoais.

O narcisista se considera sempre superior. A falta de empatia do narcisista acaba distanciando-o emocionalmente das pessoas próximas a ele, isso porque ele não se preocupa muito com o que pode acontecer com elas, concentra toda a sua atenção em si mesmo.
Ele só aprova outras pessoas quando essas giram em torno de sua órbita. Esses são bajuladores que acabam afirmando a auto-percepção e os delírios de grandeza do narcisista. Infelizmente, é comum alguns familiares e amigos da pessoa narcisista cumprirem o papel de “fãs” incondicionais, sendo, às vezes, surpreendidos pelo elo de confiança que desprende o narcisista.

Personalidade narcisista e seu dia a dia

A pessoa que sofre com algum grau de transtorno de personalidade narcisista leva seu jeito autossuficiente e o ar de grandeza além do ambiente familiar.
É comum a pessoa narcisista não se sentir nada confortável quando precisa viajar em um transporte público, ou quando precisa ir ao hospital, isso porque ele tende a pensar que merece um tratamento melhor e reclama se não tiver certos privilégios. Se tiver um bom trabalho, o narcisista, muitas vezes, usa seu dinheiro para comprar relógios, sapatos, roupas e carros esportivos de alto nível porque acredita que merece ter as melhores coisas.

O status e a imagem de sucesso são muito importantes para um narcisista.

O discurso do narcisista tende a ser auto-referencial. Espera que as suas palavras recebam atenção superior; é comum ser presunçoso ao falar sobre si mesmo, sobre sua vida, a sua opinião (indiscutível) sobre as coisas, exigindo atenção total a tudo o que diz.





Estamos acostumados a ver pessoas com perfil narcisista na televisão ou no cinema e podemos até mesmo achá-las engraçadas e excêntricas, mas a verdade é que o contato rotineiro com uma pessoa que tem esse transtorno é, realmente, irritante. Além de seu comportamento egocêntrico, ela também pode ser uma pessoa muito rancorosa, ressentida e vingativa. Geralmente, ela gosta de fazer os outros se sentirem mal e isso incha o seu ego e o sentimento de superioridade. O narcisista é altamente competitivo, e, se achar que alguém pode lhe fazer sombra, vai tentar minar o seu prestígio e reputação.

De acordo com a classificação elaborada e publicada no DSM-V-TR, o Transtorno da Personalidade Narcisista está presente em pessoas que apresentam os seguintes sinais:

. Sentem uma sensação de grandiosidade excessiva.
. Estão constantemente preocupados com fantasias de poder, sucesso, beleza ou amor.
. São pessoas que crêem ser especiais e fazem de tudo para serem reconhecidos.
. Exigem admiração excessiva dos outros.
. Expressam um sentimento de “estar no seu direito”, ou seja, possuem expectativas irracionais sobre como merecem ser tratados.
. Exploram os outros para benefício próprio (maquiavélico).
. Falta de empatia, ou seja, não são capazes de identificar ou reconhecer os sentimentos e as emoções nos outros.
. Inveja os outros ou acredita que os outros são invejosos.
. Tendem a ser arrogantes.

Referências bibliográficas:
Associação Americana de Psiquiatria (APA). Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais DSM-IV-TR.

About the Author Taiz de Souza

Apaixonada por psicologia, se dedica a pesquisar continuamente os assuntos mais atuais e variados relacionados a psicologia a fim partilhar artigos interessantes e confiáveis a todos que apreciam.

follow me on: