Psiconlinews
Shares

Criticar é realmente necessário?

Shares

O mundo evoluiu e passou por inúmeras fases, dentre elas a censura, que reprimia todo tipo de liberdade e conhecimento, incluindo o ato de criticar. Hoje vivemos numa época em que não há limites. Não soubemos aproveitar a liberdade conquistada. CRITICAR virou sinônimo de liberdade de expressão.





Sempre temos uma “opinião” para expressar: “você é muito baixo”, ”você engordou”, “essa roupa está curta”, “por quê não alisa o cabelo?”… Será que realmente precisamos fazer esses comentários? Acredito até que já virou mania de algumas pessoas, um vício, um estilo de vida, uma forma de chamar atenção. Ainda que nada disso seja benéfico para os que costumam criticar…

 E aí você está lendo e pensando: “então não posso mais ter opinião? Que mundo é esse?” Bom, eu sou e preciso ser totalmente a favor de cada um ser o que quiser, mas a necessidade de expressar sua opinião sempre, doa a quem doer, não é saudável. E não é saudável para os criticados e para você também, pois se torna uma pessoa indesejável para ser ter por perto!





Sim, podemos falar o que quisermos. Sim, podemos fazer o que quisermos. Sim, podemos criticar. Mas precisamos entender que, para tudo na vida, há consequências. E você pode não gostar das consequências dos seus próprios atos. Com essa necessidade de “falar” qualquer coisa, disseminamos raiva, preconceito e insatisfação. Não percebemos o quanto influenciamos as crianças, e que isso gera o tão famoso bullying, que mais tarde se transforma em violência. Tudo tão gratuito… Claro que você pode não gostar de uma característica ou da postura de vida de alguém, mas se essa pessoa não está fazendo o mal, o que isso realmente interessa a você?

Quem tem uma vida produtiva e feliz não se preocupa em como o outro vive a própria vida, não se preocupa em apontar o dedo para o outro. Não existe certo e errado, não como os politicamente corretos acreditam que exista. Não existe perfeição! Busque ter uma autoestima forte e consistente, busque produzir algo em sua vida. Não produzir e criticar quem produz é, além de falta de educação, um sinal de que você não está satisfeito com sua própria vida! Críticas construtivas são excelentes, desde que não sejam acompanhadas de termos pejorativos ou que denigram a imagem de quem está sendo criticado. Opiniões podem divergir, podem ser diferentes, mas devem ser expressadas com educação e empatia.

Devemos pensar antes de qualquer coisa. Será que realmente é necessário criticar? Se for, será que estamos fazendo da melhor forma, no melhor momento? Vamos refletir…

About the Author Samira Oliveira

Meu nome é Samira Oliveira. Sou Pedagoga e Psicóloga. Possuo experiência em diferentes segmentos como: Educação, Recursos Humanos e Psicoterapia Clínica. O objetivo dos meus textos é trazer informação aos leitores, com uma linguagem de fácil compreensão sobre os principais temas dessas duas profissões tão importantes e infelizmente pouco valorizadas em muitas instâncias.

follow me on: