Gaslighting: Você Precisa Conhecer Essa Sofisticada Técnica de Manipulação

Shares

gaslighting - Untitled - Gaslighting: Você Precisa Conhecer Essa Sofisticada Técnica de Manipulação

Há um crescente interesse público a respeito dos meios de manipulação utilizados para controlar e manipular outras pessoas. Isso reflete um certo medo comum de que alguém esteja secretamente controlando ou manipulando as nossas decisões. Existem muitas técnicas de manipulação, elas são utilizadas, na maioria das vezes, por psicopatas, narcisistas, antissociais, etc.





No entanto, nos dias de hoje, por causa das falsas projeções sociais, se tornou cada vez mais difícil identificar essas pessoas, e a principal razão para que isso aconteça é que não suspeitamos que aqueles que amamos sejam capazes de fazer isso conosco. Infelizmente todos nós, em algum momento da vida, já fomos vítimas de alguma forma de “Gaslighting”, e muitos se tornam vítimas em suas relações íntimas e pessoais por anos a fio sem saberem disso.

“Gaslighting” é uma das formas mais extremas, perigosas e eficazes de abuso emocional e psicológico realizada intencionalmente. Com ela o manipulador pretende dissolver a crença da vítima em seus próprios julgamentos e percepções. Quando é bem sucedido, o manipulador consegue fazer a vítima não confiar mais em suas próprias opiniões ou perspectivas. O termo “Gaslighting” vem de um filme de 1930 chamado ‘Gaslight’. No filme o personagem principal tenta deixar sua esposa louca, sorrateiramente trocando as coisas de lugar, e depois afirmando que nada foi alterado. Enfim, se utiliza de várias artimanhas para convencê-la de que está louca e sem memória.





Essa tática tem várias nuances e  pode ser feita de várias formas. Por exemplo, a pessoa pode contar uma mentira ou exprimir uma opinião contrária de forma tão assertiva que a vítima chega a colocar em dúvida a sua própria opinião. O manipulador confronta a vítima sobre algumas discrepâncias, deixando a vítima frustrada acerca dos fatos apresentados, assim a pessoa não sabe mais como reagir e fica com a autoconfiança diminuída e a capacidade de julgamento abalada. Esse desequilíbrio nas informações faz com que ela se culpe por, eventualmente, ter duvidado ou ofendido o manipulador, e isso pode ser o suficiente para convencê-la da validade das mentiras contadas pelo manipulador.

Os malandros conseguem sutilmente ajustar detalhes minuciosos de circunstâncias ou eventos passados para que tudo que falem pareça verdadeiro. Mudam apenas os detalhes que lhes convém, para que a informação ganhe credibilidade suficiente. Geralmente os manipuladores usam também as chantagens emocionais como a vergonha ou a culpa para aprisionar a vítima em sua teia de mentiras. Essas pessoas precisam ter um certo controle sob as demais para que se sintam poderosas, depois fazem qualquer coisa para tirar vantagem disso.





As razões pelas quais essas pessoas praticam essa técnica de manipulação variam de pessoa para pessoa, assim como os objetivo que almejam conquistar. No fim das contas a vítima se torna tão insegura acerca da realidade que fica totalmente dependente de seu agressor. Perde sua individualidade e sua força pessoal, uma vez que não consegue mais acreditar em suas verdades anteriores, fica completamente à mercê do manipulador, acreditará no que o seu “mestre” falar e seguirá todas as suas ordens.

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment:

2 comments
Add Your Reply