CIA pagou 81 milhões de dólares para que dois psicólogos elaborassem métodos de tortura

Shares

 

[emaillocker id=”1735″] [/emaillocker]
tortura CIA pagou 81 milhões de dólares para que dois psicólogos elaborassem métodos de tortura - 212 - CIA pagou 81 milhões de dólares para que dois psicólogos elaborassem métodos de tortura
As técnicas de tortura a que foram submetidos os detidos da CIA foram desenvolvidos por dois psicólogos que receberam 81 milhões de dólares pelo seu trabalho, diz o relatório controverso da Companhia de Inteligência do Senado
Os dois contratados não sabiam nada sobre técnicas de interrogatório, Al Qaeda ou o combate ao terrorismo e faltava-lhes  “qualquer experiência relevante cultural ou linguística”, insistem os autores do relatório, citado pelo ‘New York Post’.


A falta de conhecimento não impediu que os dois psicólogos desempenhassem um papel central nos interrogatórios da CIA, porque não só inventaram técnicas de tortura, mas também ajudaram na sua aplicação. Entre outros tormentos, submeteram os presos mais significativos ao infame ´´submarino´´, uma espécie de quase-afogamento. Eles também realizaram avaliações formais sobre o estado psicológico das vítimas para determinar se as técnicas de tortura deveriam continuar.
O relatório menciona apenas os pseudônimos dos psicólogos, Grayson Swigert e Hammond Dunbar, acrescentando que conseguiram receber 81 milhões dólares americanos do montante total do contrato, que era de 181 milhões.
A revista “Vanity Fair”, no entanto, afirma que os cérebros do programa de tortura são James Elmer Mitchell e Bruce Jessen, os instrutores da Força Aérea do programa chamado SERE, projetado para ajudar os militares a realizar questionamentos.
Fonte: www.bbc.com

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment: