5 conceitos psicológicos recentes para você usar na vida cotidiana

Shares

Por: Susan Krauss Whitbourne

conceitos 5 conceitos psicológicos recentes para você usar na vida cotidiana - 22 - 5 conceitos psicológicos recentes para você usar na vida cotidiana

Resumir a imensidão de grandes conceitos da psicologia é um desafio. Aqui estão alguns destaques relativamente novos, contra-intuitivos e aplicáveis à vida cotidiana.

1. Humor congelante





Acreditamos que ao expressar nossas emoções iremos nos sentir melhor. A ideia de “catarse” implica que, liberando a nossa raiva, vamos nos livrar de todos os sentimentos hostis. No humor congelante os participantes são induzidos a acreditar que uma pílula pode alterar o seu humor quando, na verdade, a pílula é um placebo. No laboratório os participantes são irritados em uma situação experimental e, quando lhes é dada a pílula falsa, passam a reprimir suas explosões de raiva e afirmam que se sentem melhores. Você não precisa tomar uma falsa pílula de humor congelante para evitar uma explosão de raiva. Apenas diga a si mesmo que você não precisa expressar essa raiva, neste exato momento, para se sentir melhor.





2. Avaliação Facial

 De acordo com uma teoria das emoções, conhecida como feedback facial, a expressão no seu rosto ajuda a controlar a forma como você se sente por dentro. Esta teoria foi posta à prova em um estudo de pessoas que receberam tratamentos de Botox. Os participantes com botox eram menos capazes de criar empatia com as emoções dos outros porque, presumivelmente, foram incapazes de flexionar seus músculos faciais. Além disso, os participantes com botox não foram piores na detecção de emoções, o que descartou a possibilidade de que as pessoas que receberam Botox serem menos empáticas.

3. Premonição Tardia

 Uma de nossas tendências mais comuns é acreditar que estávamos certos sobre a previsão do resultado de um evento, mesmo ainda quando estávamos claramente errados. Aqui está uma dose de premonição tardia: “Eu sabia o tempo todo”. Os pesquisadores já sabiam sobre a premonição tardia, mas um estudo recente mostrou que você pode evitar a gafe cognitiva (e as possíveis consequências negativas que pode ter) usando simples intervenções de teste de realidade. Exemplo: Será que ele vai ligar? Responda-se honestamente: Não, ele não vai.

4. Duplo pé na porta





 O pé na porta é uma estratégia conhecida para manipular as pessoas no cumprimento de um grande pedido: Você solicita, em primeiro lugar, um pequeno pedido. No entanto, ouvimos menos sobre o duplo pé na porta. Em um estudo recente, pesquisadores descobriram que poderiam convencer os participantes a se envolver em atividades de economia de energia de forma mais eficaz, fazendo o seu pedido em três fases – pequeno, médio e grande – em vez de ir direto do pequeno ao grande. Parcelar seu pedido desta forma vai fazê-lo parecer menos intimidante; e mesmo que você tenha que esticá-la mais de uma semana ou duas, no longo prazo, isso significará um retorno maior.

5. Vocação Profissional

 Quando você pensa em seu trabalho como uma “vocação”, você fica mais satisfeito com isso. Pessoas com uma vocação são mais propensas a se sentirem satisfeitas e motivadas. A chave para este tipo de satisfação no trabalho não se baseia apenas em ter uma vocação, mas se sentir capaz de viver da sua vocação. Depois alcançar a congruência entre o seu desejo e a sua experiência, você vai se sentir mais no controle da direção de sua carreira.
Fonte: PsychologyToday traduzido e adaptado por Psiconlinews

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment: