O que não fazer durante uma crise de Depressão

Shares

depressão - depressaotristeza - O que não fazer durante uma crise de Depressão

Faz parte do ser humano almejar as suas próprias escolhas. Todos desejam ter a capacidade de escolher o tipo de vida que querem viver. Assim como qualquer indivíduo, aquele que enfrenta uma depressão também possui desejos, vontades, metas, objetivos e sonhos.





Mas há um determinado período em que estas mesmas pessoas devem evitar tomar decisões por conta própria. Isso se justifica pelo fato de que a Depressão é uma doença que afeta a capacidade de tomada de decisão de um indivíduo, à medida que o faz enxergar as situações de forma distorcida. Por isso, não é de nenhuma forma recomendável tomar decisões durante uma crise de Depressão.
Existem alguns tipos de comportamentos que os indivíduos depressivos apresentam e que particularmente aconselho você, que talvez esteja passando por isso, a não cometer. Quer saber de onde eu tirei tais informações? Da minha própria doença. Eu cometi tais erros, e preocupando-me com você, desejando que tenha mais sucesso do que eu nesse âmbito e que consiga enfrentar melhor uma crise depressiva, é que compartilho minhas experiências.

Dentre os comportamentos eu descrevo três principais:

1. Isolamento: você não quer saber de nada e de ninguém. Se fecha no próprio quarto ou em qualquer outro lugar. Não quer ouvir nem conversar com ninguém. Você se prende na própria caixa e não tem mais interesse em conhecer a vida que existe fora dessa caixa;
2. Desistência: Numa crise você interrompe tudo o que está fazendo. Se está na Faculdade, desiste do período. Se tem um trabalho para entregar na escola, você desiste de fazer por que não liga mais se tirar um zero na nota. Aquela viagem com os amigos parece ser uma tortura, logo você desiste. Enfim, você chuta tudo o que está na sua frente.





3. Indagar-se: Todo mundo uma vez na vida quer obter respostas sobre diversas coisas, mas quando estamos em crise queremos saber o porquê de tudo. Por que estou viva? Por que não me sinto feliz? Por que desejo chorar o tempo todo? Por que as pessoas se sentem felizes e eu não? Por que quero morrer? Por que a vida vale a pena? Por que lutar para viver se no fim das contas nós morremos de qualquer jeito? Por que sou tímida ou reservada? Por que sou diferente? Existem tantas perguntas que se eu fosse detalhar todas aqui, o artigo transformar-se-ia num livro. Basicamente é isso, não vemos sentido em nada, e em busca de respostas que aliviem nossa dor, nós nos torturamos com perguntas que parecem não ter fim.





Em suma, eu quero dizer a você uma coisa: Se estiver numa crise depressiva, por favor, não se isole de modo algum, busque ajuda. Desabafe. Não desista de nada que está fazendo ou que vai fazer. Em alguns casos é preciso dar uma interrompida para cuidar mais da saúde mental e tal, mas desistir jamais. Faça o que tem que fazer, por mais difícil que pareça ser no momento. Eu entendo perfeitamente o quanto é complicado querer fazer alguma coisa quando estamos nessa situação, mas você é forte e capaz de superar qualquer obstáculo. E por fim, pare de ficar se questionando. Quando você faz isso, surgem frustrações. Você se culpa. Sente-se sem rumo e sem chão. Na grande parte das ocasiões da vida precisamos agir e pensar com mais leveza. Precisamos ser mais despreocupados de certo modo, por que o mundo lá fora é complexo e não é fácil. Não complique ainda mais o que já é, por si só, complicado. Apenas siga em frente e viva!

About the Author Carolina Santos

Sou formada em Administração pela UFPE e apaixonada por Psicologia. Lido com a Depressão desde sete anos de idade. Sou apaixonada por leitura e escrita. E meu maior sonho é poder ajudar as pessoas através das minhas experiências de vida. Participem do meu grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1969510996617235/ Lá eu interajo mais com vocês sobre a Depressão Abraço :*

follow me on:

Leave a Comment:

4 comments
Add Your Reply