Pessoas em estado vegetativo podem reconhecer seus familiares?

Share

estado vegetativo - wwwwwwwwwwwwwwwwoooo - Pessoas em estado vegetativo podem reconhecer seus familiares?

Por muito tempo acreditava-se que os pacientes em estado vegetativo estavam conscientes somente de si mesmos ou do ambiente em que se encontravam.





Mas com o desenvolvimento de novas tecnologias como o FMRI – Functional Magnetic Ressonance Imaging, ou Imagem por Ressonância Magnética Funcional (uma técnica específica do uso da imagem por ressonância magnética capaz de detectar variações no fluxo sanguíneo em resposta às atividades neurais) os pesquisadores examinaram a atividade do cérebro desses pacientes e descobriram que alguns deles podem até mesmo realizar tarefas cognitivas complexas como imaginar que estão jogando tênis ou responder sim ou não. Estes são casos raros e ainda há poucas informações sobre os pacientes que conseguem ter experiências emocionais como estas.

ELES PODEM REAGIR DE FORMA DIFERENTE A DIFERENTES ESTÍMULOS DE ACORDO COM O SEU VALOR EMOCIONAL

Para entender como as pessoas em um estado vegetativo se sentem, pesquisadores trabalharam com quatro pacientes em estado vegetativo persistente (a cerca de um mês) ou permanentes (mais de três meses), mostrando a eles fotografias de pessoas que conheciam e que não conheciam pessoalmente, ao mesmo tempo em que mediam as reações deles por FMRI para detectar a atividade neural em tempo real. Eles descobriram que os pacientes em estado vegetativo tem a capacidade de responder emocionalmente reconhecendo as imagens de pessoas conhecidas.





“Os pacientes vegetativos podem reagir de forma diferente a diferentes estímulos no ambiente de acordo com o seu valor emocional”, disse o Dr. Haggai Sharon, co-autor do estudo. “Isso não é genérico, é pessoal e autobiográfico. Estamos comprometidos com a pessoa, com o indivíduo que vive dentro do paciente”.
Uma região específica de reconhecimento facial nos cérebros dos pacientes foi ativada em resposta as imagens mostradas a eles, indicando que seus cérebros identificaram corretamente os rostos familiares. Mas o mais surpreendente foi quando as regiões do cérebro foram ativadas e envolvidas na resposta emocional e nas informações autobiográficas ao verem fotos da família e amigos íntimos. Em outras palavras, os pacientes reagiram como se soubessem quem eram as pessoas nas fotos.





Isso é um grande avanço, pois nos permite levantar a hipótese de que os pacientes em estado vegetativo podem registrar e classificar informações visuais complexas e conectá-las em sua memória.

ELES EXPERIMENTAM A CONSCIÊNCIA EMOCIONAL LIDERADA POR PROCESSOS INTERNOS, COMO AS IMAGENS

Mas os pesquisadores não tinham certeza se os pacientes estavam cientes de suas emoções ou se eles só reagiram espontaneamente. Então eles pediram verbalmente para os pacientes imaginarem os rostos de seus pais. Surpreendentemente, um paciente de 60 anos exibiu atividade cerebral complexa em áreas associadas com os rostos e a emoção. Atividade idêntica a encontrada em pacientes saudáveis. Para os pesquisadores, essa resposta é a mais forte evidência encontrada em pacientes em estado vegetativo de que eles são capazes de ser “emocionalmente conscientes”.
“Esta experiência, a primeira desse tipo, mostra que alguns pacientes vegetativos não só possuem uma consciência emocional do que se passa ao seu redor, como também experimentam uma consciência emocional liderada por processos internos, como as imagens,” explica o Dr. Sharon.

Fonte: AFTU – Traduzido e adaptado por Psiconlinews.

About the Author Taiz de Souza

Apaixonada por psicologia, se dedica a pesquisar continuamente os assuntos mais atuais e variados relacionados a psicologia a fim partilhar artigos interessantes e confiáveis a todos que apreciam.

follow me on:

Leave a Comment: