A diferença entre psicólogo, psicanalista e psicoterapeuta

Shares

 

psicólogo psicólogo - img 5632c25c441a2 - A diferença entre psicólogo, psicanalista e psicoterapeuta

Há uma longa lista de perguntas sobre quais são as diferenças entre os vários profissionais de saúde mental. Muitas pessoas perguntam qual é a principal diferença entre um psicólogo, um psicoterapeuta e um psicanalista. A resposta não é simples, porque a meta de todos é a mesma: obter melhorias na saúde mental das pessoas.





No entanto, embora todos compartilhem o mesmo objetivo, há diferenças importantes que permitem distingui-los. Uma delas é a abordagem, ou seja, o conjunto de estudos e métodos que abordam a psique humana. Mas há outras variáveis a considerar.

Psicólogo

Um psicólogo estudou licenciatura em psicologia e possui uma vasta compreensão do comportamento humano e dos processos mentais.

Nem todos os psicólogos fazem psicoterapia

Devemos esclarecer que nem todos os psicólogos se dedicam ao tratamento individualizado de seus pacientes. Por exemplo, psicólogos educacionais fazem parte das instituições de ensino (escolas, faculdades… etc) e, além de lidarem com os alunos que podem apresentar problemas, também exercem outras funções como a adaptação de certos currículos escolares às necessidades de alguns alunos, gerenciar as necessidades dos grupos, aconselhar os professores sobre como podem melhorar a sua didática, e assim por diante.

Além de psicólogos educacionais, também podemos encontrar psicólogos organizacionais, psicólogos sociais, psicólogos que se dedicam à pesquisa… etc,. Eles executam tarefas que vão além do diagnóstico e tratamento individualizado de pacientes.





Não é fácil definir um psicólogo uma vez que existem muitas especializações

Como podemos ver, não é fácil definir um psicólogo, porque existem especializações complexas e diferentes entre si. Além disso, muitos psicólogos utilizam abordagens e métodos ecléticos. O que podemos afirmar é que o psicólogo lida com determinados aspectos do comportamento humano, tais como o pensamento, o comportamento e os relacionamentos para ajudar outra pessoa a entender e lidar melhor com as suas necessidades psicológicas e relacionais.

Os psicólogos com licenciatura ou graduados estão aptos a fornecer psicoterapia, realizarem testes psicométricos e tratamentos para melhorar os problemas psicológicos dos outros. Um aspecto que diferencia o psicólogo do psiquiatra é que o primeiro não pode prescrever medicamentos para seus pacientes. Pode acontecer que psicólogos e psiquiatras trabalhem em conjunto para tratar um paciente, mas será sempre o psiquiatra que, se necessário, fornecerá medicamentos aos pacientes, enquanto que o psicólogo realiza a psicoterapia ou outro tratamento adequado às necessidades do caso.

Psicoterapeuta

É importante deixar claro que um psicoterapeuta deve ter concluído uma especialização em psicoterapia em uma instituição particular, mas nem todo mundo que se apresenta como psicoterapeuta concluiu uma faculdade de psicologia. Por isso, deve-se ressaltar que um psicoterapeuta que não é psicólogo não está submetido a nenhum órgão de regulação ou proteção jurídica, ao contrário dos psicólogos e psiquiatras, que devem aderir às normas e convenções legais e éticas profissionais.

Um termo ambíguo





A psicoterapia é o conjunto de conhecimentos, técnicas e métodos utilizados por terapeutas para ajudar seus pacientes no processo de reestruturação cognitiva e, com isso, melhorar a sua qualidade de vida e relações interpessoais. Na verdade, muitos psicólogos e psiquiatras graduados apresentam-se como psicoterapeutas, provavelmente para demonstrar que seu trabalho está focado na terapia individualizada.

Psicoterapeutas podem se especializar em várias abordagens teóricas, como a Cognitiva comportamental, a terapia narrativa, a psicanálise, o existencialismo… etc,.

Psicanalista

O analista não é necessariamente graduado ou pós-graduado em psicologia, embora normalmente possua estudos em psiquiatria, psicologia ou filosofia. A prática da psicanálise também não é regulamentada por nenhum órgão regulador oficial.

O psicanalista realiza seus estudos através de institutos ou sob a orientação de um especialista mais experiente. Para ser um psicanalista, o aprendiz deve se submeter a uma análise pessoal por vários anos antes de ser considerado apto para exercer.

A importância do inconsciente

A abordagem técnica e metodológica usada pelo psicanalista é a análise, geralmente com o paciente deitado num divã ou em uma cadeira de frente para o terapeuta. A principal diferença com as outras abordagens psicoterapêuticas é que a psicanálise trabalha com o inconsciente do indivíduo.

Portanto, um dos seus fundamentos teóricos é que os seres humanos não têm controle consciente sobre muitas das nossas memórias e pensamentos, e por isso é imperativo fazermos constantemente uma análise rigorosa e completa de nosso inconsciente para resolvermos os problemas psicológicos do presente.

O tratamento baseado na psicanálise investiga a relação entre estes aspectos inconscientes que influenciam nossos relacionamentos e os padrões de pensamento, do comportamento e dos sentimentos. Em qualquer caso, é sempre preferível procurar um profissional com formação em psicologia ao confiamos o nosso bem-estar emocional.

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment:

3 comments
Add Your Reply