Resoluções de Ano Novo e planejamento para alcance de metas

Shares

metas - 16 12 tarde - Resoluções de Ano Novo e planejamento para alcance de metas

O Ano Novo/Reveillon é sempre um marco, o começo de um novo ciclo. Por ser um evento importante, a transição de um ciclo que se acaba para um que vai começar, muitos aproveitam a data para renovar esperanças e objetivos. Desta forma, novas expectativas de mudança são criadas.





Desejamos que o novo ano seja melhor, seja feliz, repleto de coisas boas, de realizações, tentamos ser mais otimistas e esperançosos. Traçamos objetivos dos mais variados. Objetivos que vão desde conquistas externas até mudanças internas significativas. São determinações como: Quero conseguir um novo emprego, parar de fumar, arranjar um namorado (a), casar, comprar uma casa, viajar, entrar na academia, emagrecer, zerar dívidas, conseguir economizar, estudar, passar de ano, ser mais paciente, mais compreensivo, menos ansioso, mais otimista, mais pontual e etc.

Porém podemos perceber que na maioria das vezes as nossas resoluções de Ano Novo não se concretizam. Por que será que isso ocorre?

Bem, no período das festas de fim de ano, desde o Natal já ficamos bastante emotivos, buscamos reencontros, reaproximações, confraternizações e muitas vezes ficamos mais sensibilizados porque perdemos pessoas que gostaríamos que estivessem conosco nessas datas. Desta forma não nos comprometemos de fato em colocar nossas resoluções em prática. Para que isso ocorra, deve haver continuidade, empenho e motivação constante.





Muitas vezes criamos metas muito abrangentes, devemos especificá-las.

O nosso desejo deve virar meta, a meta deve ser destrinchada e estratégias precisam ser planejadas. Precisamos passar tudo para o papel. Precisamos traçar os planos e ter foco. Seria legal também estabelecer datas para começar a trabalhar em cima de cada objetivo. Pensar nos recursos necessários e também em quem poderia nos ajudar e de que forma.

Nossas metas precisam estar de acordo com nossos valores e crenças. Devemos saber o que é importante para nós, o que valorizamos.

Nossa motivação deve sempre estar sendo trabalhada, já que ela oscila bastante. Uma hora você pode querer uma coisa, daqui a pouco pode não querer mais, no dia seguinte pode ser que queira novamente. Ou pode estar animado demais, daqui a pouco já nem tanto.





Para estabelecer os objetivos é interessante que a gente avalie cada área da nossa vida e pensar o que gostaríamos de alcançar em cada uma delas. As áreas são: Carreira/negócios, intelectual, emocional, espiritual, física/saúde, relacionamento íntimo, relacionamento social, família e lazer.

Cabe lembrar que na maioria das vezes nós sabemos o que não queremos, mas não sabemos ao certo o que queremos.

Que tal parar com calma, pensar, pegar um papel e escrever suas metas para 2016, criar um plano estratégico e se motivar ao longo do ano para alcança-las?

Lembre-se: O objetivo é até conseguir! Mesmo que não se realize no período estipulado, não devemos desistir. Temos que nos esforçar e nos motivar até conseguir.

About the Author Aline Cataldi

Psicóloga Clínica e Escolar (PUC/RJ) - CRP: 05/29285 - Mestre em Saúde Mental (UFRJ)- Formação em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)- Formação em Entrevista Motivacional- Conselheira em Dependência Química- www.alinecataldi.com.br

follow me on:

Leave a Comment:

1 comment
Add Your Reply