Educar as emoções e não apenas o intelecto: Uma ideia com benefícios a longo prazo

Shares

aprendizagem socioemocional - inteligencia emocional - Educar as emoções e não apenas o intelecto: Uma ideia com benefícios a longo prazo

Uma das mais recentes compilações de informações sobre os benefícios dos programas de educação emocional deriva de um estudo realizado pela Universidade de British Columbia, a Universidade de Illinois em Chicago e a Universidade de Loyola.






De acordo com os resultados publicados no site Science Daily, programas focados na aprendizagem de habilidades sociais e emocionais não só melhoram a saúde mental imediata dos adolescentes como também melhora suas habilidades de se relacionar com os outros, benefícios estes que perduram a vida inteira.

Isto é explicado por Eva Oberle, professora assistente no programa Early Human Learning da Columbia University:

“Programas de aprendizagem socioemocional ensinam habilidades que as crianças precisam para ter sucesso e prosperar na vida. O ensino do programa socioemocional nas escolas é uma maneira de apoiar as crianças em seu caminho para o sucesso, e também para promover melhores resultados de saúde pública no futuro. No entanto, essas habilidades precisam ser reforçadas ao longo do tempo e gostaríamos de ver as escolas incorporarem sistematicamente a aprendizagem socioemocional no currículo, em vez de fazer esses programas como atividades “extracurriculares”. Especialmente durante os anos de ensino médio e início da adolescência, os jovens se afastam de suas famílias e se mudam para grupos de influência. As crianças passam 923 horas na sala de aula todos os anos, o que acontece nas escolas é muito relevante para o seu desenvolvimento.”





O aprendizado socioemocional ensina às crianças a reconhecer e compreender suas emoções, a sentir empatia, a tomar decisões e a construir e manter relacionamentos. Muitos estudos mostraram que os programas socioemocionais são altamente eficazes para melhorar a aprendizagem geral e reduzir a taxa de problemas de comportamento entre os jovens. 

Sabemos que alguns países da Europa mantêm programas permanentes de educação emocional, no entanto, a situação no resto do mundo (especialmente na América Latina) ainda é deficiente.





Neste estudo, os pesquisadores  descobriram que a aprendizagem socioemocional continuou a ter efeitos positivos na sala de aula, mas também em fases posteriores da vida. Os alunos que participaram de programas socioemocionais se formaram na universidade a uma taxa 11% maior do que aqueles que não participaram. Sua taxa de conclusão do ensino médio foi 6% maior, o uso de drogas e problemas de comportamento foram 6% menores para os participantes do programa, as taxas de detenção foram 19% menores e os diagnósticos de transtornos mentais foram 13,5 por cento menores.

Também foi possível concluir que todas as crianças beneficiadas pelo programa, independentemente de raça, contexto socioeconômico ou localização geográfica da escola, são um exemplo real dos benefícios universais da educação integral. 

Fonte:  Science Daily; Universidade da Colúmbia Britânica

About the Author Psiconlinebrasil

Tudo sobre psicologia e comportamento.

follow me on:

Leave a Comment: